3 dicas de investimentos para quem tem pouco dinheiro

Você já teve um grande sonho? Muitos brasileiros têm o desejo, primeiro, de viajar pelo país. Em segundo lugar, vem o sonho da casa própria. Independentemente do seu sonho, saiba que é possível fazer seu dinheiro trabalhar a seu favor, mesmo que sua renda seja pequena. Logo, neste post, vamos mostrar 3 investimentos para quem tem pouco dinheiro.

Então, prepare-se para entender como obter rendimentos vantajosos, investir mesmo com poucos valores e realizar seus sonhos! Leia o post até o fim e confira.

Por que investir mesmo com pouco dinheiro

Em primeiro lugar, ainda que com baixas quantias, uma pessoa consegue ter lucros se fizer aportes mensais em investimentos seguros. E, por baixas quantias, entende-se algo em torno dos R$ 100. Esse valor é acessível, concorda?

Contudo, uma pesquisa da Anapar aponta que os brasileiros não têm uma cultura de poupar. Muito pelo contrário, os dados apontam que pessoas a partir dos 16 anos já têm dívidas.

De fato, 75% da população declaram estar endividadas. Nesse sentido, 51% disse não poupar de forma alguma. Enquanto somente 13% afirmou poupar com regularidade e 34% de vez em quando.

Dessa maneira, sem um planejamento e uma reserva para eventualidades, as pessoas acabam em meio a problemas financeiros. Assim, pode até parecer impossível investir. Porém, na verdade, a solução é justamente guardar e ter um esforço contínuo em investimentos rentáveis de baixo risco. Afinal, ao investir, mesmo com pouco dinheiro, você ganha benefícios como:

  • Poupar para eventualidades;
  • Juntar para adquirir bens e crescer seu patrimônio;
  • Garantir sua segurança financeira e de sua família;
  • Obter recursos para realizar seus sonhos.

Como investir com pouco dinheiro

Após entender a importância de investir ainda que com valores baixos, talvez você esteja se perguntando como isso é possível.

Calma, pois vamos explicar agora!

Passo 1: Crie uma estratégia para poupar

Primeiramente, tenha uma estratégia para poupar. Nesse ínterim, especialistas contam que o pensamento “se sobrar eu guardo” não funciona. É necessário, portanto, estipular uma fatia da renda para depositar mensalmente em algum tipo de investimento.

Afinal, se você não se comprometer, logo pode acabar comprando por impulso, gastar além e, realmente, não sobrar nada para poupar. Por outro lado, se houver uma quantia pré-definida destinada ao investimento, o aporte mensal estará mais seguro.

Porquanto, pense no investimento como uma das contas a serem pagas todo mês. Finalmente, defina o quanto é possível depositar nesse período. Por exemplo, os especialistas sugerem começar com 10% do salário. Pode parecer difícil, mas com o tempo você se habituará a conviver com os 90% restantes.

Passo 2: Defina objetivos

Se poucos brasileiros poupam, a maioria dos que o fazem não tem um objetivo em mente. Mas, o propósito deve nortear seu investimento.

Portanto, em segundo lugar, defina a finalidade do seu investimento. Para isso, reflita sobre os seus sonhos e como você se imagina a curto, médio e longo prazo. Só para ilustrar, de acordo a pesquisa GEM as pessoas desejam:

  • Viajar pelo Brasil ou exterior;
  • Comprar a casa própria;
  • Ter seu negócio próprio;
  • Entre outros desejos.

Passo 3: Seja persistente e mantenha o foco

Em terceiro lugar, poupar exige disciplina, foco e, principalmente, persistência. Sobretudo, quando se trata de investimentos para quem tem pouco dinheiro.

De fato, não é fácil. Será um desafio. Mas, certamente valerá a pena. Então, persista e siga em direção aos seus sonhos!

Mas, afinal, quais são os investimentos para quem tem pouco dinheiro?

3 boas dicas para investir com pouco dinheiro e baixo risco, são:

  1. Tesouro Direto
  2. Previdência Privada
  3. Imóveis na planta

1. Tesouro Direto

Esses títulos são emitidos diretamente pelo governo federal para serem negociados, objetivando financiar: educação, dívidas do governo, saúde, etc.

Por ser emitido pelo governo, é considerado um investimento seguro. Assim, no Tesouro Direto, você recebe de volta uma rentabilidade maior que a da caderneta de poupança.

Outra vantagem é que é possível começar comprando títulos por apenas R$ 30. Mas, obviamente, quanto maior o valor investido, maior os rendimento.

2. Previdência Privada

Este também é um dos investimentos acessível para quem tem pouco dinheiro. E, embora sua finalidade principal seja complementar a aposentadoria, pode ser usado como um investimento no futuro. Pois, ao final do contrato, você pode optar por sacar o dinheiro depositado ao longo dos anos ou receber o retorno mensal como aposentadoria.

Dessa forma, o valor total acumulado, contando juros, será uma quantia considerável para um fim ou outro. E, ainda, rende mais do que poupança.

3. Imóveis na planta

É possível, sim, investir em imóveis com pouco dinheiro. Desde que, para isso, você tenha controle financeiro e se planeje.

Só para ter uma ideia, somente com a metade do valor de um carro popular já é possível dar entrada em um imóvel na planta. Nesse sentido, a maior vantagem desse tipo de investimento em imóvel é a capacidade de comprar com descontos de 30% a 40%.

Desse modo, pode ser vantajoso dar a entrada no imóvel na planta, em seguida pagar as parcelas e, finalmente, em uma oportunidade de valorização, vender o empreendimento por um valor maior da compra. Vale ressaltar que, para isso, é necessário fazer uma boa aquisição. Veja no nosso blog mais dicas na escolha do imóvel.

Portanto, os investimentos para quem tem pouco dinheiro são reais, bem como viáveis. Você pode começar com valores pequenos e também investimentos conservadores, como o Tesouro Direto e a Previdência Privada. Depois, quando tiver juntado uma quantia maior, é interessante partir para investimentos de imóveis na planta, por exemplo.

O segredo é escolher algo capaz de valorizar a fim de deixar o patrimônio render por si só. Ao longo do tempo, basta vender e lucrar o máximo possível. Assim, seus sonhos são alcançados de pouco em pouco!

Deixe um comentário