4 tipos de investimentos em imóveis imperdíveis

De acordo com uma pesquisa recente publicada pela Agência Brasil, 58% dos brasileiros não têm nenhuma aplicação rentável. Contudo, isso pode resultar em um erro fatal para a saúde financeira dessas pessoas. Nesse sentido, investir em imóveis é uma solução interessante. Porém, para isso, é necessário conhecer alguns tipos de investimentos em imóveis mais adequados.

Além disso, é importante saber também qual o momento da vida mais propício para investir. Afinal, existem diversas opções disponíveis no mercado imobiliário e cada uma tem sua função e melhor indicação para diferentes perfis de compradores. Logo, neste post, você aprenderá qual o melhor tipo de imóvel para quem pretende investir, bem como o perfil mais indicado para começar. Acompanhe!

Quem investe em imóveis

Muitas pessoas buscam adquirir um imóvel, desde solteiros a casais com filhos. Porém, esses perfis de compradores, geralmente, desejam, acima de tudo, realizar o sonho da casa própria. Assim, o foco do investimento não é a rentabilidade em si. Mas a conquista de um dos patrimônios de fato mais importantes da vida humana.

Por outro lado, há pessoas cujo objetivo é fazer seu dinheiro render. Esse costuma ser um perfil de consumidor diferente, o qual já tem sua residência própria, mas quer crescer seu patrimônio. Assim, vamos mostrar 4 tipos de investimentos em imóveis imperdíveis tanto para o pequeno investidor quanto para o investidor de alto padrão. Confira!

4 tipos de investimentos em imóveis para quem quer fazer seu dinheiro render

Atualmente, os poucos brasileiros que poupam e tem algum tipo de aplicação, adotam majoritariamente a poupança. Segundo os dados, dos 42% que aplicam de alguma forma, apenas 9% fizeram algum aporte. Ou seja, a maioria poderia render de forma mais lucrativa, se diversificasse seus investimentos.

Dessa forma, o mercado imobiliário é uma ótima opção para fazer seu dinheiro render. Pois, envolve baixo risco, também agrega no patrimônio material além de oferecer rendimentos mais interessantes ao longo do tempo. Só para ilustrar, em 2018 o mercado fechou em alta e continua crescendo em 2019. Até o final do ano, a expectativa de crescimento se mantém.

Assim, mesmo que tenha seus altos e baixos, vemos que vale a pena investir no setor imobiliário, uma vez que ele volta a aquecer de acordo com a economia do país. Então, quer fazer seu dinheiro render com imóveis? Veja como agora!

1. Imóveis novos para valorização

Primeiramente, é essencial visar localização. Nesse sentido, procure por regiões que apresentem crescimento. Por exemplo, observe se há um movimento de construtoras empreendendo no local. Alguns sinais disso:

  • Construção de shoppings;
  • Centros comerciais ativos (padarias, farmácias, supermercados, etc.)
  • Conveniências (academias, escolas, bancos, etc.)
  • Reformas ou criação de rodoviárias e acessos para metrópoles.

Visto o caso de Eusébio, por exemplo, que tem sido uma das cidades que mais cresce na Região Metropolitana de Fortaleza. Porquanto, cada vez mais empreendimentos de alto padrão vêm para cá. Só para ilustrar, temos as construções da Cidade Alpha, o Shopping Center de Eusébio entre outros aportes milionários.

2. Reforma de imóveis usados para revenda ou locação

Em segundo lugar, esta é outra ótima opção de investimento. Novamente, a localização deve ser seu norte. Em seguida, é necessário tomar alguns cuidados a fim de valorizar a peça.

Antes de tudo, o imóvel usado requer uma reforma de “limpeza”. O objetivo aqui é remover as características antiquadas da propriedade. Por exemplo, imóveis antigos, geralmente, tinham bidê no banheiro. Mas isso já caiu em desuso no senso comum. Então, retirar esse item e trocar os azulejos do cômodo por algo mais atual é uma boa dica.

Contudo, antes de mais nada, priorize temas e cores atemporais, como tons neutros (branco, cinza) e padrões sem ser extravagantes. Assim, outras melhorias interessantes são:

  • Pintura interna;
  • Pintura externa;
  • Reforma ou remoção de armários antigos;
  • Troca de pisos internos;
  • Reforma elétrica;
  • Reforma hidráulica.

Porém, o ideal é manter o custo das reformas em até 30% do valor o qual você deseja vendê-la. Ou seja, mantenha o equilibro entre qualidade e custos baixos. Desse modo, você obterá maior lucro na negociação. Seja para venda ou locação.

3. Terrenos para valorização

Em terceiro lugar, terrenos são outros tipos de investimentos em imóveis com alta capacidade de valorização. Sobretudo em regiões em crescimento, bem como empreendimentos de alto padrão, como o Alphaville Ceará e Terra Brasilis.

4. Salas comerciais para locação

Finalmente, estes são ótimos tanto para venda valorizada quanto locação. Nesse ínterim, os cuidados em termos de localização também são cruciais. Ademais, pense em regiões com crescimento residencial. Ou até mesmo dentro de um complexo imobiliário, como a Cidade Alpha.

Afinal, o negócio precisa de consumidores locais para dar certo. Assim, se tiver público, também terá comerciantes interessados na propriedade. Logo, as chances de locação, bem como venda são maiores.

Dessa forma, ao aplicar em pelo menos um desses quatro tipos de investimentos em imóveis, você estará diversificando seus rendimentos e, portanto, otimizando-os a fim de gerar mais lucros. Então, comece a adotar essas dicas nos seus planos! Gostou do conteúdo e não quer perder os próximos? Siga nosso blog e fique de olho nos próximos posts!

Deixe um comentário