Checklist para comprar um imóvel

Comprar um imóvel é o objetivo de vida de muitos brasileiros. Mas, é necessário tomar uma série de cuidados antes de adquirir a casa própria. Afinal, a negociação envolve certa burocracia.

Além disso, é preciso também eliminar quaisquer suspeitas a fim de ter certeza de que não há nenhum problema com a moradia ou com seus atuais proprietários. Assim, a compra de um imóvel envolve, antes de mais nada, detalhes indispensáveis.

Por isso, a fim de ajudar você a fazer a melhor transação possível, preparamos um checklist completo para comprar um imóvel.

Dessa forma, seguindo precisamente os passos, bem como as orientações indicadas, as chances de uma negociação bem-sucedida são maiores. Então, confira agora!

Comprar um imóvel: 7 tópicos que não podem faltar no seu checklist

#1 Visite o imóvel

Em primeiro lugar, antes mesmo de discutir valores, seja com o proprietário ou o corretor, é essencial visitar o imóvel visado para a compra. Fotos e propagandas podem persuadir facilmente. Contudo, uma visita objetiva na propriedade lhe dará uma imagem real do empreendimento.

Além disso, o ideal é agendar essa primeira visita durante o dia, para melhor visualizar todas as partes do imóvel. À noite, por outro lado, alguns detalhes podem passar despercebidos.

Nesse meio tempo, pense em tudo o que você deseja saber sobre o empreendimento. E, dessa maneira, pergunte a quem está apresentando o imóvel. Por exemplo:

  • Como é a vizinhança;
  • Qual o motivo da venda do imóvel;
  • Em quais circunstâncias o imóvel foi comprado pelo proprietário;
  • Quais defeitos o imóvel tem ou já teve ao longo do tempo;
  • E outras questões nesse sentido.

Outro detalhe também importante é se certificar das credenciais do corretor de imóveis. Apenas um profissional registrado no CRECI tem a autorização para negociar imóveis. Então, questione ainda a autenticidade do corretor, a fim de evitar golpes no mercado imobiliário.

A ideia é sair da visita sobretudo com a visão mais completa possível do histórico da propriedade, bem como eliminar qualquer suspeita de fraude.

#2 Reúna as informações gerais do imóvel

Em segundo lugar, para seguir adiante na compra, você ainda precisará checar mais alguns detalhes importantes do imóvel. Para isso, as seguintes informações serão necessárias:

  • Endereço completo do imóvel;
  • Nome completo do proprietário e seu cônjuge;
  • CPF de ambos ou CNPJ, caso o imóvel seja de uma empresa;
  • Número de matrícula do imóvel, bem como o cartório no qual a propriedade foi registrada;
  • Número na prefeitura a fim de verificar a situação do IPTU do imóvel.

Desse modo, o próximo passo é se dirigir até o Cartório de Registro de Imóveis indicado e certificar esses dados passados pelo proprietário ou corretor. Veja abaixo:

#3 Verifique o Registro do Imóvel

Antes de tudo, só para ter uma ideia, o Registro de Imóveis é o documento responsável por confirmar o nome dos atuais proprietários do bem, além do seu estado civil. Esse documento, geralmente, também informa o número na prefeitura o qual permite constar a situação do IPTU.

Assim, na matrícula, você poderá confirmar quem é de fato o dono do imóvel, também se o bem já foi quitado ou se há algum financiamento imobiliário em andamento. Ou, ainda, verificar qualquer tipo de restrição para a compra.

Como solicitar a certidão de Registro do Imóvel

  • Primeiro, dirija-se até o cartório indicado pelo proprietário (se ele não souber ou não quiser informar, basta tomar nota do endereço completo do imóvel e ligar para qualquer cartório da cidade a fim de perguntar qual o cartório no qual a propriedade está registrada);
  • Em seguida, com o número de matrícula e o endereço do cartório, solicite a certidão atualizada de matrícula e propriedade dos últimos 20 anos — será cobrada uma taxa pelo serviço;
  • Por fim, confirme a situação do imóvel apontada pelo documento.

#4 Consulte a situação do imóvel na prefeitura

Geralmente, no documento solicitado no Cartório de Registro de Imóveis, também há o número de registro do bem na prefeitura. Essa informação é usada para verificar o histórico do IPTU.

Afinal, se você adquirir uma propriedade com dívidas, logo se responsabilizará por elas. Isso pode ser uma desvantagem. Além disso, atrasos ou o não pagamento do IPTU podem gerar:

  • Multas e juros;
  • Inscrição na Dívida Ativa, a qual cria a possibilidade de instauração de processo de execução fiscal e até mesmo leilão do imóvel.

Portanto, antes de comprar um imóvel, é fundamental checar sua situação tributária junto à prefeitura.

#5 Solicite uma declaração do condomínio

Em seguida, se o bem for dentro de um condomínio, procure o síndico a fim de solicitar as informações quanto à declaração do condomínio. Esse documento diz se existem pagamentos atrasados.

#6 Verifique o estado civil do proprietário

A saber, essa informação consta no Registro do Imóvel e deve ser analisada com atenção. Pois, em caso de pessoas casadas e com comunhão de bens, a negociação só pode ser realizada com o acordo de ambas as partes.

Logo, certifique-se de que os cônjuges, se for o caso, estão de pleno acordo em vender o imóvel. Caso contrário, a negociação pode ser invalidada.

#7 Verifique se a documentação do imóvel está em dia

Finalmente, converse com a corretora de imóveis a fim de saber se a documentação para venda do imóvel está atualizada e correta. Porquanto, imóveis com problemas na papelada podem atrasar ou até mesmo inviabilizar a transação. Acima de tudo se for por meio de financiamento imobiliário.

Confira aqui qual a documentação necessária para vender um imóvel.

Desse modo, atentando-se a esses 7 tópicos, você poderá comprar um imóvel com sucesso. Mas, se ainda ficou alguma dúvida, faça sua pergunta nos comentários do post e passaremos mais algumas orientações para o seu caso. Então, até a próxima!

Deixe um comentário