Golpes no mercado imobiliário: Conheça os mais comuns

No sonho de comprar seu imóvel próprio, muitos consumidores acabam sendo vítimas de golpes no mercado imobiliário. Este ramo não está isento de fraudes e profissionais antiéticos. Mas, conhecendo os golpes mais comuns na área da habitação, você pode se prevenir e obter sucesso em seus investimentos imobiliários. Conheça-os agora neste artigo!

Falsificação de documentos

A negociação de um imóvel envolve muitos documentos e muita burocracia. Assim, a forma mais comum de fraudar a transação é através da falsificação de documentos. Neste cenário, é possível que o vendedor consiga a cópia da escritura do imóvel com os dados do verdadeiro dono.

Desta forma, é possível falsificar os documentos para vender um imóvel. Em seguida, o golpista é capaz de vender o imóvel se passando por outra pessoa.

Venda de um imóvel para mais de uma pessoa

Outra fraude comum no mercado imobiliário, que também envolve um vendedor mal intencionado, é a transação para mais de um consumidor. Acontece assim: o vendedor “fecha” o negócio com mais de um comprador e o primeiro deles que fizer o registro da propriedade se torna o verdadeiro proprietário do imóvel.

Neste caso, o golpista se aproveita da falta de conhecimento dos consumidores em assuntos burocráticos do mercado imobiliário. O comprador se vê imerso a diversas informações, dados, exigências e documentações. Ao confiar em um corretor ou imobiliária mal intencionada, pode se tornar vítima deste tipo de golpe.

Venda de lotes com localização equivocada

Compradores que desconhecem termos legais pertencentes ao mercado imobiliário podem se confundir ou deixar passar este ato de má fé. A documentação de venda de um imóvel deve constar sua localização completa. A papelada do imóvel deve estar devidamente registrada no cartório de imóveis, a qual indica sua estrutura e o local.

Desta forma, sem conhecimento de negociações de imóveis ou por falta de atenção aos documentos do imóvel, muitos compradores acabam “adquirindo” propriedades inexistentes, caracterizando este tipo de golpe no mercado imobiliário.

Venda sem consentimento do cônjuge

Nenhum imóvel pertencente a um casal pode ser vendido sem o consentimento comum aos dois. Esta questão vale para qualquer regime de casamento, mesmo o de absoluta separação de bens.

Este tipo de fraude imobiliária é feita quando um dos cônjuges vende o imóvel sem o acordo do outro. O golpista apresenta uma procuração falsa e executa a transação do imóvel, vendendo ao consumidor interessado. Caso o outro cônjuge que não entrou em comum acordo com a negociação descubra, pode pedir a anulação da venda.

Falso corretor

Ainda há ocorrências comuns de farsantes em busca de anúncios de imóveis à venda em jornais ou portarias, os quais a chaves estão disponíveis na portaria de um condomínio.

Desta forma, essa pessoa se passa por corretor e apresenta os imóveis a consumidores interessados. Em seguida, o falso corretor convence o comprador a pagar uma taxa de reserva da propriedade. Após a confirmação do pagamento, o farsante desaparece. O comprador se torna vítima de uma fraude no ramo imobiliário.

Golpes no mercado imobiliário: como se prevenir

A melhor forma de se prevenir quanto a fraudes de compra / venda de imóveis é contratar o corretor de imóveis certo. Para isso, busque as credenciais do profissional, visando saber se ele é autorizado pelo CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis). Este é o órgão responsável pela fiscalização da profissão do corretor imobiliário, impedindo o mau uso da profissão.

Para fazer essa verificação, basta ir ao site do CRECI e pesquisar se o corretor está devidamente cadastrado. Uma vez que você obtém essa informação, também é recomendado fazer um levantamento do histórico deste profissional, pesquisando as imobiliárias as quais ele já trabalhou.

Além deste cuidado com o corretor imobiliário, é fundamental que você conheça a documentação para comprar um imóvel. O conhecimento é seu melhor aliado. Dominando os termos de contrato e o processo de venda de uma propriedade, você pode evitar a maioria dos golpes do mercado imobiliário.

Em caso de dúvidas, você pode buscar o auxílio de um advogado especialista no setor imobiliário. Este profissional pode te aconselhar e acompanhar durante toda a negociação. E, se você se sentir lesado como consumidor, procure auxílio junto ao Procon (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor).

Assim, apresentamos neste artigo os principais golpes no mercado imobiliário, indicando as melhores formas de evitar se tornar uma vítima. Para isso, é fundamental conhecer e ler com atenção toda a documentação da transação. Caso você não domine esta parte burocrática, peça ajuda de profissionais especialistas, como um advogado imobiliário e um corretor. Porém, investigue o histórico profissional de cada um deles. No caso do corretor imobiliário, procure seu cadastro no site do CRECI. Você estará mais seguro na parceria deste profissional.

E você? Conhece ou até mesmo já foi vítima de um destes golpes? Deixe se comentário e nos conte sua experiência. Você pode ajudar outros leitores iniciantes no ramo de investimentos imobiliários.

Deixe um comentário