Cuidados ao comprar um imóvel na planta

Comprar um imóvel em construção é uma ótima opção para quem pode aguardar a conclusão das obras. Esta forma de adquirir a casa própria tem atraído consumidores em geral devido às vantagens de preço do imóvel. Porém, o futuro proprietário precisa ter algumas precauções no momento da negociação. Neste post, explicaremos os principais cuidados ao comprar um imóvel na planta.

Entenda o que é preciso considerar, as atenções necessárias, recomendações gerais e mais detalhes importantes. Descubra agora e garanta uma negociação bem-sucedida!

6 Cuidados ao comprar um imóvel na planta

1. Prazos de conclusão da obra

Antes de comprar um imóvel na planta, é fundamental analisar se você tem condições de aguardar os prazos para a conclusão da obra. É de suma importância identificar a previsão de entrega proposta pela construtora e colocar na ponta do lápis se o tempo de conclusão do projeto atende às suas necessidades.

Se você precisar se mudar para uma casa pronta antes do período indicado, é melhor repensar o investimento e procurar outras soluções de moradia. Porém, se o seu objetivo é adquirir um imóvel a longo prazo, comprar uma casa ou apartamento na planta pode ser o ideal.

2. Histórico da construtora

Este é um dos mais importantes cuidados ao comprar um imóvel na planta. Se você pode fazer esse investimento a longo prazo, o próximo passo é levantar o histórico da construtora. Isso pode ser feito na internet, pesquisando o portfólio da empresa, e também fisicamente, visitando as construções entregues por ela. Outras medidas são verificar:

  • Se a construtora tem certificados de qualidade (ISO);
  • Se possui reclamações no Procon;
  • Se as obras entregues cumpriram o prazo de entrega e o que foi prometido no projeto.

No Eusébio, exemplo de empresa que tem atendido a esses critérios é a construtora Dubê.

3. Projeto do imóvel

Se a construtora transmite confiança e qualidade, é interessante ter atenção ao projeto arquitetônico do imóvel. Examine a planta e tudo o que está planejado para o projeto. Observe:

4. Política de juros

Mais um dos importantes cuidados ao comprar um imóvel na planta é a atenção quanto à cobrança de juros na hora da entrega das chaves. Essa prática é considerada irregular pelo Ministério da Justiça, uma vez que o contrato garanta ao consumidor a isenção de juros durante o período das obras e conclusão do projeto.

No entanto, essa é uma questão delicada e gera discórdia entre juristas. Há casos de ações cujo ganho foi dado as construtoras que cobraram os juros. Para evitar essa situação, é indicado solicitar uma cláusula no contrato capaz de garantir a rescisão ou devolução do dinheiro assim cobrado.

5. Documentação

Como já mencionamos no tópico anterior, o contrato de aquisição de imóvel na planta deve ser analisado com cautela e às vezes até mesmo editado de acordo com os interesses do consumidor. Para a compra de casas e apartamentos na planta, é interessante contar com um advogado especializado, bem como o suporte de uma imobiliária de sua região.

Porém, para evitar os golpes no mercado imobiliário, é fundamental averiguar se a corretora está devidamente cadastrada no CRECI. Peça também uma cópia do memorial de incorporação da obra, pois levantar um empreendimento sem esse documento é crime. Outros documentos legais que você pode cobrar da empresa são:

  • Registro do imóvel, que declara quem é o proprietário legal do imóvel;
  • Projeto de construção aprovado pela prefeitura;
  • Área exata do imóvel;
  • Descrição detalhada do acabamento e materiais utilizados na construção.

6. Andamento das obras

Observado todos os pontos anteriores, é fundamental que o comprador visite o local das obras e acompanhe sua execução. Esteja perto, confira o que tem sido feito e em quanto tempo. Pois isso te dará uma base para averiguar se a empresa está cumprindo com sua parte e se há possibilidades de atrasos no futuro.

Deste modo, tomando os cuidados ao comprar um imóvel na planta, você consegue fazer um bom investimento. É possível aproveitar as vantagens desse tipo de negociação, como menores preços comparados aos imóveis prontos. A economia varia de 20 a 50%. Logo, é algo interessante a considerar, desde que as devidas precauções sejam feitas.

Portanto, escolha uma imobiliária adequada para te dar suporte à negociação, verificando seu CRECI. Mas não pare por aí! Analise o histórico da construtora, questione a sua documentação, suas condições e taxas. Veja mais dicas relacionadas nestes posts:

Deixe um comentário