Quais os critérios utilizados na Avaliação de Imóveis?

Qual o valor de um imóvel? Esta é a dúvida que compradores, vendedores e financiadores enfrentam em negociações de imóveis. A resposta não é simples e demanda um processo chamado avaliação do imóvel. É a partir dela que se é obtido o preço do imóvel. Porém, é necessário seguir os critérios de avaliação de imóveis adequados para evitar disparidades no mercado.

Neste post, você entenderá o que é a avaliação de imóveis, quais os critérios básicos para avaliar uma propriedade, o papel do avaliador de imóveis e mais. Veja também como evitar fraudes no mercado imobiliário e como identificar precificação indevida. Confira!

O que é a avaliação de imóveis?

Avaliar imóvel é o primeiro passo para vender uma propriedade. A avaliação de imóveis se trata de um documento feito por um avaliador de imóveis profissional.

Este documento visa questões judiciais, de inventário, desapropriações, garantias bancárias e outras. Feito isso, é possível chegar a uma precificação de imóvel adequada ao mercado. De forma imparcial e profissional, o que evita atritos na negociação.

Qual a importância das avaliações de imóveis?

Como já mencionado no tópico anterior, por ser feita por um profissional — o avaliador de imóveis — a avaliação traz mais segurança à negociação. Pois, com o processo, o interessado em vender sua propriedade tem um fundamento coerente para imputar o valor do imóvel ideal para a peça. Consequentemente, as negociações são mais ágeis, com menos atritos e executadas em menos tempo.

Exemplos em que a avaliação de imóveis é exigida:

  • Em processos judiciais para determinar o valor do aluguel em caso de renovação de contratos, principalmente para imóveis comerciais.
  • No caso de imóvel como garantia em dívidas, útil para organizações financeiras;
  • Para fins de citação em contrato de empresas privadas, em momentos de fusão, dissolução de sociedades e outras questões relacionadas ao patrimônio da empresa;
  • Em casos de financiamento imobiliário ou consórcio imobiliário.

Para o comprador comum, um imóvel devidamente avaliado traz segurança e clareza à negociação. O cliente entende o valor do imóvel, o que faz a transação fluir melhor. Logo, avaliações de imóveis são fundamentais para as negociações imobiliárias.

Qual o papel do avaliador de imóveis?

A função de um avaliador de imóveis é examinar e analisar as condições de um imóvel. Isso de forma cautelosa, precisa e profissional. Muitos proprietários pensam que basta uma simples busca na internet ou uma conversa com conhecidos para atribuir o preço do imóvel que deseja vender. Mas isso causa uma precificação amadora e repleta de parcialidade.

O papel do avaliador é trazer imparcialidade e profissionalismo ao processo, a fim de otimizar a transação tanto para o vendedor quanto para o comprador. Para isso, o perito deve usar os critérios de avaliação de imóveis padronizados pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Este órgão é o norteador dos critérios usados na hora de avaliar um imóvel.

Os laudos de avaliações de imóveis geralmente são emitidos por engenheiros ou arquitetos. Seja qual for a formação do profissional, para executar a função do avaliador, é necessário ser credenciado ao CNAI (Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários). O CNAI é regulamentado pelo COFECI (Conselho Federal dos Corretores de Imóveis) — também responsável por supervisionar credenciados ao CRECI.

Quais os critérios de avaliações de imóveis?

Há diversos fatores que impactam na valorização do imóvel ou sua desvalorização. (Como mencionamos no post sobre preço do imóvel). Os critérios de avaliação são norteados pela ABNT e a avaliação é resultado de uma análise mercadológica, técnica e probabilística do imóvel e da região. Entenda a seguir:

Critérios de infraestrutura do bairro

Estes dizem respeito a:

  • Localização;
  • Meios de transporte que passam pelo local;
  • Calçamento ou pavimentação da rua;
  • Saneamento básico presente na região.

A localização do imóvel é um dos fatores que mais impacta no laudo do avaliador. Seja para venda ou aluguel, quanto melhor a localização da propriedade, mais valorizado o imóvel.

Ou seja, é um local com acessos, como rodovias, asfalto e transporte público disponível? Tem escolas particulares ao redor? É próximo de centros comerciais, lazer e outros endereços importantes? Se sim, o imóvel tem maior valor no mercado.

Critérios de estrutura do imóvel

Nesta parte, o avaliador de imóveis observa:

  • O padrão de acabamento do imóvel;
  • Dados de conservação;
  • Quantidade de cômodos;
  • Tamanhos dos ambientes;
  • O tipo de revestimento usado;
  • A tipologia do imóvel (casa, apartamento, terreno, etc.), comparado ao seu estado de conservação e os padrões previamente definidos.

Perceba que, avaliar um imóvel é um processo estatístico e imparcial. Assim o que define o valor da propriedade são os critérios para avaliação de imóveis. Isso padroniza as negociações e traz benefícios tanto para quem vende quanto para quem compra.

Use os critérios de avaliação de imóveis a seu favor!

Até aqui você entendeu o que é, quem faz e qual a importância da avaliação de imóveis. Ela é o primeiro passo de uma transação imobiliária. Por meio dos critérios de avaliação de imóveis é possível chegar ao preço devido do imóvel. Isso torna a venda da propriedade menos demorada.

Agora que você entende como usar os critérios de avaliação de imóveis a seu favor, compartilhe com outra pessoa que tem dúvidas sobre o assunto. Caso você tenha alguma pergunta, estamos à disposição para atendê-lo.

Deixe um comentário