Quais as cidades mais seguras do Ceará? Descubra agora!

Neste início de 2018 o Ceará tem sido alvo de uma onda de violência. O número de homicídios aumentou em 50% comparado ao mesmo período do ano passado. Em Fortaleza, esta triste realidade é ainda mais agravante, concentrando um dos maiores índices de violência do país.

Por outro lado, há cidades cearenses cujos índices de criminalidade tem reduzido a cada ano. Mesmo com os atentados recentes no estado, pequenos municípios do interior têm se mostrado um dos melhores lugares do Ceará para viver. Veja a seguir as cidades mais seguras do Ceará.

As 3 cidades mais seguras do Ceará

Salientamos que a ordem das cidades abaixo está disposta apenas como referência, não se tratando de uma classificação entre si. Sendo assim, confira as melhores cidades para se viver no estado do Ceará!

1. Ipaumirim

O município de Ipaumirim (CE) foi um dos 14 do estado que não registrou homicídios em 2016. Este é um dos crimes que mais tem atingido o Ceará. Desta forma, a cidade localizada na microrregião de Lavras da Mangabeira, no Centro-sul cearense é uma das cidades menos violentas do estado.

A cidade mantém o estilo de vida pacato do interior. Assim, na opinião da maioria dos moradores, o local é tranquilo. Este é um lugar onde as pessoas mantêm o hábito de conhecer os habitantes vizinhos, ficam nas praças até mais tarde, sem índices significativos de assaltos.

Além da cultura pacata do interior, a cidade de Ipaumirim também conta com um policiamento reforçado. O município está constantemente sob a vigilância do Batalhão de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), que atende ainda mais 13 cidades do estado do Ceará.

Outro fator que contribui para a segurança na localidade consiste em ações preventivas contra a violência doméstica — a qual resulta na ocorrência de homicídios. Logo, reduzindo casos de criminalidade e violência, Ipaumirim representa uma das cidades mais seguras do Ceará.

2. Alcântaras

Em 2014, Alcântaras marcou 10 anos sem ocorrência de assassinatos. Assim como Ipaumirim, este é um município conhecido pela calma e tranquilidade, com índices zero de homicídios — muito relevante em se tratando do estado do Ceará.

Este é um município em que as pessoas se conhecem umas as outras, se respeitam e zelam pelo ambiente público, como afirma os oficiais de segurança em entrevista ao Tribuna do Ceará. De acordo com o sargento encarregado na época, no período entre Janeiro e Julho do ano citado, apenas uma arma de fogo foi apreendida. Isso mostra como os moradores de Alcântaras são pacatos, tornando o local uma das cidades mais calmas do Ceará.

Mesmo com um batalhão composto por um número pequeno de policiais, apenas 9 segundo a reportagem, a população acredita no trabalho policial. Isso ajuda a manter a tranquilidade no local. Assim, toda a violência presente na região metropolitana não alcançou a pequena cidade. Porém, o problema das drogas começa a crescer aos poucos no município, o que tem gerado uma demanda de reforço no combate de crimes na área dos narcóticos.

3. Senador Sá

Reconhecido por ser uma das cidades mais tranquilas do Brasil, Senador Sá não poderia ficar de fora desta lista. A 268 km de Fortaleza, o município foi matéria do Fantástico e de diversos jornais do Ceará devido a seu estilo pacato do interior. Senador Sá não tem registros de violência e, mais uma vez, os moradores afirmam que o fato de conhecerem uns aos outros contribui para o baixo índice de criminalidade.

Nesta cidade, as pessoas ainda mantém o hábito de deixar as portas destrancadas e não se vê grades nas janelas da maioria das moradias. Outro hábito garantido pela segurança na cidade é a formação de grupos em praças públicas, que conversam diariamente de forma tranquila e despreocupada pelas vizinhanças.

As rondas policiais existem e não falta policiamento na cidade. Mas, em matéria pelo Diário Nordeste, eles dizem que é a tranquilidade em Senador Sá chega ao ponto de gerar ociosidade no trabalho policial. O problema mais comum relatado pelos oficiais é um ou outro embriagado fazendo algum tipo de barulho ou pequena confusão, o que é rapidamente resolvido por amigos e conhecidos que levam o indivíduo para sua casa. Assim, Senador Sá está entre as cidades mais seguras do Ceará.

Fortaleza: a capital mais violenta do Brasil

A busca e consequente migração para o pacato interior tem sido tendência nas capitais brasileiras, que sofrem pelos altos índices de violência. O número de assaltos, homicídios e de outros crimes violentos colocou Fortaleza na triste posição de a capital mais violenta do país.

Os levantamentos feitos por órgãos reconhecidos, como o IPEA, apontam que a cidade apresenta uma média de 78,1 assassinatos para cada 100 mil habitantes. Tantos crimes envolvendo a população de forma geral têm gerado inúmeros transtornos no dia-a-dia dos moradores da capital.

Aqueles que não são vítimas diretas de assaltos e invasões acabam sendo afetados indiretamente, sofrendo de problemas de saúde, como estresse, fobias e pânico social.

Desta forma, mudar para o interior ou para pequenas cidades do Ceará pode ser a solução ideal se você busca uma vida mais segura e tranquila. Neste post você pôde conhecer 3 opções de lugares que ainda não foram afetados pela série de violência a qual afeta o Ceará.

Eles mostram como é possível manter políticas de proteção aos moradores, bem como uma cultura pacata e de respeito ao trabalho policial. Se tiver mais alguma indicação de município seguro no Ceará, escreva um comentário e compartilhe com nossos leitores!

Deixe um comentário