3 cuidados que você deve tomar ao contratar um arquiteto

Seja para reformar ou para construir um imóvel, o profissional de arquitetura é essencial para o bom aproveitamento da obra. É através dele que você pode trazer à realidade seus projetos de forma segura, ágil e assertiva, reduzindo prejuízos e ajustes.

Porém, ao contratar um arquiteto, alguns cuidados precisam ser tomados. Assim como todo profissional relacionado ao mercado imobiliário, o arquiteto deve transmitir confiança, segurança, cumprir prazos e saber gerir o andamento da obra com excelência. Além disso, há vários outros detalhes para considerar. Conheça-os a seguir.

Quais cuidados tomar ao contratar um arquiteto?

Primeiramente, verifique se o arquiteto residencial à frente do projeto tem o registro do CAU — Conselho de Arquitetura e Urbanismo — do seu estado. Outro critério importante na hora da escolha do arquiteto para a obra é a Tabela de Honorários do CAU. Por ela, você pode verificar se o preço do serviço cobrado pelo profissional não excede ao praticado no mercado.

É importante, ainda, pesquisar referências de clientes anteriores, projetos concluídos pelo arquiteto e observar a forma como o arquiteto lida com você. Avalie sua ética profissional e transparência. Se ele se recusar ou dificultar a comunicação sobre algum detalhe pertinente à obra ou ao registro, já é um indício de falha de credibilidade. Veja mais a diante.

1. Registro do CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo)

Existem duas instancias do conselho:

  • CAU/BR (Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil);
  • CAU/UF (os Conselhos de Arquitetura e Urbanismo das Unidades da Federação).

Os Conselhos são responsáveis pela regulamentação do exercício da profissão no país. Sua função é:

“Orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício da profissão de arquitetura e urbanismo, zelar pela fiel observância dos princípios de ética e disciplina da classe em todo o território nacional, bem como pugnar pelo aperfeiçoamento do exercício da Arquitetura e Urbanismo”.

Para saber se um arquiteto tem o CAU e está devidamente regulamentado, basta fazer uma consulta no site: www.caubr.gov.br. Tendo em mãos o nome, CPF ou mesmo o registro do CAU do arquiteto, qualquer pessoa pode consultar sua regularidade pelo sistema do site.

2. Verificar a Tabela de Honorários do CAU

Da mesma forma que é possível consultar automaticamente o registro CAU do arquiteto, o acesso à tabela indicada pelo Conselho está disponível no endereço online: www.honorario.caubr.gov.br/

Além da informação do preço aplicado no mercado, você também encontra neste site tudo o que precisa saber sobre a legislação vigente para a prestação dos serviços de arquitetura e urbanismo.

Para fazer a consulta, o sistema pede apenas um login para cadastro do usuário. Se for um arquiteto / urbanista, é exigido CPF ou CNPJ e uma senha de acesso. Se for um consumidor comum, é solicitado apenas seu e-mail e senha de acesso ao sistema.

A verificação da tabela de valores é essencial para evitar despesas e cobranças indevidas. Mesmo que os arquitetos não se prendam ao valor exato direcionado pelos Conselhos, o ideal é não exceder nem para muito mais nem para muito menos. Afinal o preço de uma arquitetura barata pode ser muita maior posteriormente à obra, gerando necessidades de reparos ou recriações.

3. Ouvir indicações de clientes anteriores ou de amigos

Uma pesquisa recente realizada pelo DataFolha em parceria com a CAU/BR mostra que 73% dos consumidores optam por contratar um arquiteto / urbanista pela indicação de um amigo ou parente. Apenas 8% buscam profissionais na internet.

Isso mostra como a confiança e credibilidade do profissional são cuidados essenciais no momento de contratação. Afinal, a reforma ou construção residencial envolve você e sua família, o sonho da casa próprio, do seu ambiente ideal, etc.

Logo, ao precisar de um serviço de arquitetura, pergunte aos seus amigos, conhecidos ou parentes se há uma indicação de confiança. Se houver, pergunte sobre a experiência com o profissional e detalhes sobre o caso de sucesso. Assim, antes de contratar um arquiteto, busque saber o máximo possível sobre sua atuação no mercado.

Desta forma as obras de sua casa ou apartamento estarão nas mãos certas. O seu cantinho dos sonhos poderá ser projetado e criado de acordo com suas necessidades. Basta tomar os cuidados salientados neste post para contratar um arquiteto competente, confiável, ético e transparente. Para se inspirar no seu próximo projeto arquitetônico, leia também:

Deixe um comentário